Crianças e adolescentes com deficiência recebem ensino adaptado na Igr... - Rádio Maanaim
Crianças e adolescentes com deficiência recebem ensino adaptado na Igreja Cristã Maranata

Crianças e adolescentes com deficiência recebem ensino adaptado na Igreja Cristã Maranata

Novo trabalho de acessibilidade para CIAs com deficiência abrange o Unidos em Família e Escola Biblica Dominical 


A Igreja Cristã Maranata (ICM), dando continuidade às novas abordagens para aperfeiçoar o ensino bíblico para crianças, intermediários e adolescentes (CIA's) com deficiência, inseriu plataformas no portal de CIA's e tem trabalhado para inserção de programações específicas destinadas a essas pessoas no seminário Unidos em Família.

No início do trabalho, foram apresentadas três novas abordagens para o ensino das classes. Entre elas, uma já está acontecendo: a adaptação do material das aulas da Escola Bíblica Dominical (EBD) para ampliar a acessibilidade à crianças e adolescentes com deficiência. 

Neste sentido, já estão disponíveis no site os slides das aulas e atividades adaptados para serem abordados com crianças e adolescentes que estão no espectro autista, deficiência intelectual e T21 (Síndrome de Down). Além disso, na aba Libras estão disponíveis cartazes e vídeos em Libras para orientação de mães surdas cujos filhos integram a classe de 0 a 3 anos. Ainda, as aulas foram acrescentadas também em formato de vídeo com interpretação em Libras para crianças, intermediários e adolescentes surdos. 

A prática nas igrejas

A integrante da ICM Janaina Zumach é membro da comissão de responsáveis por este trabalho de acessibilidade e, além disso, atua como professora de CIAs com deficiência na Igreja Cristã Maranata de Praia da Costa III, em Vila Velha (ES). Além de participar da elaboração do material, ela pode ver na prática como tem sido o retorno dos alunos. Sobre essa contrapartida, ela comenta: "Grandes têm sido os benefícios a partir da aplicação do material adaptado. As CIA's passaram a ter maior entendimento e participação nas aulas. Estamos percebendo um progresso tanto no conhecimento bíblico quanto no convívio social. Notamos que cada um, com sua própria linguagem e forma de expressão, é estimulado a participar e interagir", afirma a professora. 

Janaina Zumach destaca, ainda, os elementos no material que promovem tal acessibilidade, a saber: um número adequado de slides, uma linguagem apropriada e também sugestões de como enriquecer as aulas com obejtos reforçadores como maquetes e cartazes com algumas imagens com velcro para haver plena assimilação e concentração dos alunos.  

A prática em seminários

Outra novidade inserida, além das propostas pré-estabelecidas, foi o desenvolvimento de um trabalho específico envolvendo crianças e adolescentes com deficiência no seminário Unidos em Família no segundo semestre de 2019, de maneira experimental. A intenção é que essa dinâmica faça parte de todas as edições do evento a partir de junho de 2020. Assista ao vídeo produzido pela TV Web Maanaim e confira mais detalhes com relação ao trabalho desenvolvido durante o seminário. 

Publicações Relacionadas

Últimas Publicações

ASSISTA AGORA: Culto Inédito

ASSISTA AGORA: Culto Inédito